segunda-feira, 28 de março de 2011

Plotino – A Ordem e Organização de Seus Textos – Parte IV

   A postagem de hoje, pretende apresentar uma síntese do método de redação de Plotino. Penso que, com uma noção básica da metodologia utilizada por Plotino na redação de seus textos, o leitor estará mais apto a compreender a linha de raciocínio utilizada pelo mestre da metafísica, na análise de suas questões. A base para este texto se encontra em (RICHTER, Heft II, Pág, 21-22).
O tema desta postagem é muitíssimo importante tanto para os leitores com uma postura crítico contemplativo como os de caráter crítico filosófico. (detalhes sobre ambas, ver a parte I desta sequencia).

   Em síntese Plotino utiliza a seguinte sistemática na redação de seus textos.
   Plotino inicia os seus textos mais importantes normalmente com uma listagem de todas as perspectivas reais e possíveis que podem ser colocadas a respeito de uma questão. Desta lista de perspectivas reais e possíveis, ele separa aquelas sobre as quais deseja tratar mais detalhadamente, definindo muito precisamente a pergunta central para a análise de seu estudo. Segue a esta introdução uma parte crítica, onde Plotino procura eliminar ou pelo menos reformular, as perspectivas opostas. Neste caso são levadas em conta as principais perspectivas em discussão até então, principalmente da escola de Platão, de Aristóteles e dos estoicos, entre outros.
   Na continuação ele apresenta então a sua própria teoria.
  É importante salientar que Plotino normalmente apresenta as diferentes perspectivas sobre o tema em questão, em forma de perguntas. Entretanto, nem sempre ele responde a todas estas perguntas, e as perguntas respondidas, nem sempre estão na ordem apresentada no inicio do texto. Às vezes, Plotino se perde em uma ou outra divagação, e é necessário seguir minuciosamente sua linha de pensamento para se chegar a uma conclusão sobre o tema principal. Mas, cada texto de Plotino expressa seu pensamento sobre uma questão em especial e peculiar, e se deve procurar neste mesmo texto a sua linha de pensamento, sua teoria e conclusão.
   Richter observa acertadamente, que não se deve perder dos olhos o tema base e principal da filosofia de Plotino, a saber, a redenção da alma do mundo sensível e sua recondução para junto do Deus uno e principio primeiro de toda a realidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário